Uma vitória da ciência e da sociedade. Depois de um longo debate, encontros virtuais, e uma grande mobilização popular realizada pela sociedade civil, a Assembleia Legislativa da Paraíba derrubou o veto ao PL 1920/2020, projeto de autoria da deputada estadual Estela Bezerra, e que dispõe sobre apoio à pacientes e incentiva pesquisas com Cannabis Terapêutica na Paraíba.

O projeto passou por todas as Comissões da ALPB e entrou em pauta de votação dia 21 de abril. A aprovação do projeto pela maioria da Casa foi amplamente comemorada não só pelos familiares de pacientes que fazem uso dos medicamentos produzidos a partir da planta cannabis. Inédito no país, o PL serviu de base para uma mobilização social em outros estados para que realizassem propostas semelhantes.

Enviado ao Governo do Estado, o projeto foi vetado pelo executivo, e a partir daí, se deu início à uma grande mobilização social promovidos pela Liga Canábica e Minha Jampa, entidade da sociedade civil.

Com 30 votos favoráveis, 2 votos contrários e 3 abstenções, o veto foi derrubado por ampla maioria da ALPB, numa demonstração clara da força popular no sentido de conscientizar os parlamentares sobre a importância dessa lei.

Sheila Geriz, vice-presidente da Liga Canábica, e atual coordenadora da Federação das Associações de Cannabis Terapêutica – FACT, comemorou a derrubada do veto. “Me sinto muito honrada e feliz por ter feito parte desse momento histórico da Assembleia Legislativa. Essa é uma demanda popular real, autêntica, verdadeira. A Liga Canábica e o movimento Minha Jampa, junto com a sociedade civil, se organizou de modo efetivo, brilhante, com o coração cheio de amor, nesse momento que foi tão importante pra todos nós”, afirma Sheila, que é mãe de paciente usuário de cannabis terapêutica.

“Foi maravilhoso ver a mobilização que as pessoas conseguiram fazer. Realmente quando a população se organiza e apresenta suas demandas, cobra, acompanha e fiscaliza, o parlamento faz a sua parte e vem de encontro aos anseios da população. Minha gratidão a todos os deputados que foram sensíveis e votaram pela derrubada do veto, e em especial, à Estela Bezerra, por ter abraçado a nossa causa desde o início”, finalizou.

Para Estela, foi um dia histórico. “Derrubamos o veto do governador e isso só́ foi possível por conta da sociedade civil, que se apropriou tanto do problema quanto da solução. Através da Liga Canábica e do Minha Jampa, conseguimos mobilizar a sociedade e sensibilizar quem ainda não tinha uma opinião formada sobre o tema”, disse a parlamentar, reforçando que a luta continua.

“A luta segue para que o governador João Azevedo aceite esse debate e seja mais um agente público a apoiar o avanço e o bem-estar das pessoas que sofrem com doenças severas, progressivas e crônicas.”