A Assembleia Legislativa da Paraíba realizou na manhã desta sexta-feira (18), sessão especial alusiva aos 30 anos de funcionamento do Banco de Leite Humano na Paraíba e para reforçar a campanha Agosto Dourado, dedicado à incentivar a amamentação e a doação de leite materno. De propositura da deputada estadual Estela Bezerra (PSB), a sessão reuniu profissionais, autoridades gestoras, mães doadoras e usuárias do serviço.

Na ocasião, Estela contextualizou a implantação dos Bancos de Leite Humano no país. “Foi uma das estratégias de enfrentamento à mortalidade infantil que tinha indicadores muito altos e baixa cobertura de amamentação. Aliada à estratégia de valorizar a amamentação com a proteção às mães trabalhadoras, conseguimos tirar o Brasil dos indicadores de mortalidade infantil iguais à África”.

Para Estela, a sessão se justifica pela necessidade de reconhecer o trabalho realizado pela rede. “O nosso Banco de Leite faz parte da rede mais estruturada do Nordeste, e a terceira melhor do país, ficando atrás somente dos estados de São Paulo e Minas Gerais. Não à toa temos a maior redução dos índices de mortalidade infantil da região Nordeste”, afirmou.

Thais Ribeiro, Coordenadora da Rede de Bancos de Leite na Paraíba, considera a homenagem justa. “São 30 anos de trabalho de uma série pessoas que se esforçaram para incentivar o aleitamento materno, mesmo com as dificuldades impostas pela indústria de alimentos, com o preconceito e a dificuldade das mulheres em amamentarem seus bebês”, afirmou.

A doação de leite materno é essencial para salvar vidas de bebês prematuros, e algumas mães estiveram presentes na sessão. Para Cilene Gomes, a ação das doadoras e o trabalho do Banco de Leite da Maternidade Frei Damião foram essenciais para garantir a saúde de seu filho, que nasceu prematuro. “Tantos bebês prematuros, que ficam nas UTI’s e que precisam de leite materno. Me emociono porque foi graças aos profissionais e ao leite dessas doadoras que garantiram a vida e a saúde do meu filho”, afirmou.

Kiara Lígia foi das doadoras que mais contribuiu com o Banco de Leite Anita Cabral, chegando a 150 litros de leite materno ao longo de quase um ano de doação. “Um simples gesto e você pode salvar muitos bebês, não imaginava ter essa capacidade. É muito gratificante perceber que pude salvar a vida ajudar tantas mães e tantos bebês ao longo desse período”.