Aconteceu na noite da última terça-feira (6) a primeira palestra do ex ministro e jornalista Roberto Amaral. Com o tema “A democracia derrete: o que fazer?”, Roberto apresentou um panorama histórico da democracia no país e buscou debater com os presentes uma forma de resgatar  a soberania constitucional. O encontro ocorreu no auditório do CCHLA, na UFPB.

Cientista político, jornalista, escritor e ex-ministro da Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral é hoje uma das referências nacionais no debate pela defesa da democracia e contra o avanço do fascismo o país.

Durante sua fala, Roberto Amaral falou sobre a “crise na alma nacional”. “Estamos no meio de uma tsunami programada e orientada, diante de um processo muito sério. Jamais em nossa história tivemos um desgaste tão grande com os três poderes republicanos”, disse o palestrante, que enfatizou a necessidades dos partidos de esquerda precisam fazer uma auto crítica.

“As militâncias estão sem partido e clamam por um direcionamento. Nós temos as ruas, mas elas estão vazias”, afirmou.

O evento é uma realização do  mandato da deputada estadual Estela Bezerra (PSB) em parceria com a Frente Universidade em Defesa da Democracia, Frente Paraíba de Juristas pela Democracia e Frente Brasil Popular/PB.

Para Estela, existe uma necessidade de se reanimar e criar o espírito de resistência. “Roberto é um dos poucos intelectuais orgânicos que de imediato entendeu para onde o país estava caminhando e saiu da zona de conforto, fez as rupturas necessárias, e que agora se veste de um espírito revolucionário juvenil”.

Nesta quarta-feira, Roberto Amaral estará no município de Guarabira debatendo o tema “Democracia e o avanço do fascismo no país”. A palestra acontece na Câmara de Vereadores, a partir das 14h.