De acordo com a última atualização dos dados da Covid-19 na Paraíba, o estado registrou neste domingo (21) 212.286 pessoas infectadas e 4.356 mortes decorrentes da doença. Diante do agravamento da crise, a deputada estadual Estela Bezerra enviou à Assembleia Legislativa um requerimento solicitando a imediata reinstalação da Comissão Especial de Acompanhamento e Fiscalização dos Entes Federativos nas Ações de Enfrentamento ao COVID-19 da Assembleia Legislativa da Paraíba.

Instalada em 2020 com o objetivo de acompanhar o uso dos recursos destinados ao enfrentamento da Covid por municípios que estavam em estado de calamidade pública, a Comissão agora precisa lidar com novas prioridades, em especial, a aquisição de vacinas e os planos de imunização.
“A aprovação e a imediata instalação dessa Comissão de Monitoramento da Covid darão à ALPB e ao povo paraibano um mecanismo de acompanhamento para que nós possamos ajudar Paraíba a superar essas questões, algumas delas burocráticas, outras legais e outras até de gestão, para que possamos ter vacinação e outras demandas inerentes ao COVID-19 melhores desenvolvidas no nosso estado”, diz um trecho da justificativa do requerimento.

Durante a última Sessão Extraordinária da ALPB, a deputada Estela solicitou um pedido de informações ao Governo do Estado referente à execução do plano estadual de vacinação contra à covid-19, nas comunidades quilombolas do Estado. No início do mês, Edith Maria da Silva (79 anos) e Josefa Edith da Silva (52 anos) – mãe e filha – da comunidade Quilombola os Rufinos, na cidade de Pombal, faleceram em decorrência da Covid-19. Infelizmente, o pedido recebeu destaque e foi retirado de pauta.

“Nós temos os quilombolas na população prioritária e precisamos acompanhar o plano de vacinação. A sociedade precisa acompanhar a eficiência e a eficácia das ações de enfrentamento à Covid, e nesse momento, precisamos de informações claras sobre os planos de imunização entre os grupos prioritários”, afirmou a parlamentar.