Durante as atividades alusivas aos 13 anos de implantação da Lei Maria da Penha no Brasil, a deputada estadual Estela Bezerra (PSB) participou, ao lado do governador João Azevêdo e demais autoridades, do lançamento da Patrulha Maria da Penha. A solenidade aconteceu na manhã desta quarta-feira (7), na Praça dos Três Poderes, no Centro da Capital.

Além da entrega de três viaturas caracterizadas e da unidade móvel (Ônibus Lilás), o governador assinou dois decretos: o que institui o Programa Integrado Patrulha Maria da Penha e cria o Grupamento de Ações Preventivas da Polícia Militar – PMP.

A PMP integra o Programa Mulher Protegida do Programa Paraíba Unida pela Paz e vai monitorar a segurança das mulheres que estão sob medidas protetivas.

Para a parlamentar, a Lei Maria da Penha mudou uma cultura de impunidade. “O Governo da Paraíba inseriu a violência contra mulher em suas estratégias principais. A Patrulha Maria da Penha pretende contribuir com a inibição da violência contra a mulher e seu fortalecimento para que ela sinta coragem e sinta que o Estado está ao lado delas a protegê-las e que elas possam fazer as denúncias e a gente, finalmente, romper esse ciclo de violência”, ressaltou Estela.

Sobre a Patrulha Maria da Penha, a deputada salientou a importância desse equipamento público no sentido de contribuir com a inibição da violência contra a mulher. “A Patrulha vai trabalhar com a busca ativa e de imediato vai trabalhar com 23 municípios onde as mulheres não tem acesso direto a uma delegacia especializada”, afirmou
“É importante que as mulheres sintam coragem e saibam que o Estado está ao lado delas para garantir proteção, para que se sintam seguras para denunciar, e que possam romper um ciclo de violência”, finalizou.