A deputada estadual Estela Bezerra, participou durante a última quinta-feira (20) de uma reunião na Agência de Desenvolvimento Sustentável do Seridó (ADESE), que aconteceu no município de Caicó, no Rio Grande do Norte. O encontro partiu de uma iniciativa do Instituo de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) com o Banco Mundial e a Secretaria Nacional de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente.

Com caráter avaliativo, o objetivo da reunião foi aperfeiçoar as políticas de gestão das bacias hidrográficas, focando em oito estudos que estão sendo realizados pelo IPEA. Um deles diz respeito à bacia dos rios Piancó-Piranhas-Açu, que integra os estados da Paraíba e Rio Grande do Norte.

“Participei desse encontro por meio de um convite da SUDEMA, que foi o único órgão de caráter ambiental presente, e fez uma contribuição bem pertinente no que se refere à qualidade da água, e não apenas nas políticas de acesso, uso e obras de engenharia”, afirmou a deputada, que é presidente da Frente Parlamentar Ambientalista.

Para Estela, a reunião foi importante para garantir a qualidade das Audiências Públicas que irão acontecer nos municípios beneficiados diretos com a transposição do Rio São Francisco. Além de Monteiro, são 11 municípios do Cariri paraibano:  Coxixola, Congo, Sumé, Prata, Ouro Velho, Amparo, Serra Branca, São José dos Cordeiros, São João do Cariri, Gurjão e Livramento.

Participaram desse encontro representantes da ANA, CAGEPA, SUDEMA, CAERN, FIEPB (Federação das Indústrias do Estado da Paraíba), UERNE, IPEA, FIERN.

Pauta Ambientalista

No início do mês, a deputada Estela participou do Fórum de Gestão Ambiental, que aconteceu na cidade de Campinas, SP. Na ocasião, a parlamentar conseguiu incluir o projeto de recuperação ambiental do Rio Paraíba.

De acordo com a deputada, existe uma articulação com o Ministério do Meio Ambiente no sentido de conseguir que as multas ambientais recebidas pelo IBAMA sejam revertidas para projetos de intervenção e reparação de bacias hidrográficas.

“O projeto principal é o da bacia do Rio São Francisco, mas nós conseguimos incluir a recuperação da bacia do Rio Paraíba, que inclusive, já existe um projeto mas não possui recursos”, disse a parlamentar, lembrando que o projeto das bacias só possuem recursos pra intervenções de engenharia, mas não tem para intervenções de reparação ambiental.