A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realiza uma série de atividades na cidade de Patos, Sertão paraibano, nesta quarta-feira (23). Os trabalhos foram iniciados às 09h com inspeção da Comissão de Educação, Cultura e Desporto em escolas públicas da cidade.

A deputada Estela Bezerra, presidente da Comissão de Educação, explicou que o intuito da visita é conhecer melhor a realidade de alunos, professores e servidores no ambiente escolar. Entre as escolas visitadas estão a Dom Expedito Eduardo de Oliveira e a Escola Cidadã Integral Monsenhor Manoel Vieira.

Nas visitas realizadas aos ambientes de ensino do município, a Comissão pôde ouvir reivindicações, conhecer demandas e apresentar ações que possam trazer soluções, facilitando, desta forma, a melhoria do ambiente escolar e, por consequência, a melhoria da qualidade do ensino. Além de Estela, também participaram das visitas os deputados Dr. Érico (presidente da Comissão de Saúde da ALPB) e Anderson Monteiro.

Estela Bezerra ressaltou a importância de ouvir as pautas da comunidade escolar para que, além da Secretaria de Estado da Educação, outros órgãos como a Secretaria de Estado da Saúde, Conselhos Tutelares, possam ser envolvidos nas questões apresentadas. “Uma escola que talvez tenha alunos com transtornos mentais, com sintomas de depressão, não pode resolver sozinha e é preciso recorrer ao sistema de saúde. Alunos que possam vir a ter privação de direitos ou ameaça em suas próprias casas, é preciso acionar o Conselho Tutelar e a Procuradoria da Infância”, esclareceu a deputada.

A vistoria realizada pela Comissão, segundo a deputada, é feita com o intuito de colher informações, corrigir desvios e colaborar com a melhoria da educação. Após esse processo, a Comissão de Educação da Assembleia realizará uma reunião da avaliação para que sejam dadas as devidas respostas. “O primeiro encaminhamento é a realização de uma audiência com o secretário de Educação e uma ampla audiência na cidade de Patos, envolvendo a Procuradoria da Infância, o sistema de saúde municipal, os conselhos tutelares, para que consigamos contribuir com a criação de um fluxo”, pontuou.

Na avaliação da diretora da Escola Cidadã Integral Monsenhor Manoel Vieira, Tânia Bezerra, a vistoria realizada pela Comissão, além de relevante, é necessária para que o Poder Legislativo conheça a realidade das escolas paraibanas. “A nossa escola é privilegiada, no entanto, existem pontos que precisam ser observados pela Comissão. Existe a necessidade de ‘in loco’ averiguar as demandas. A visita é válida, importante e necessária”, afirmou a diretora.

Da Agência ALPB