De acordo com os dados do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), existem na Paraíba 52 crianças e adolescentes disponíveis para adoção e cerca de 560 famílias na fila. É uma conta que não fecha, e o motivo é bem simples: pais e mães ainda têm preferência por crianças menores de 3 anos.

Nesse sentido, a deputada estadual Estela Bezerra (PSB) apresentou um projeto de lei que institui a Semana de incentivo à adoção tardia, que tem o objetivo de estimular a adoção de crianças e adolescentes que estão fora da faixa etária considerada “preferencial”.

Caso aprovado, o projeto de lei irá incentivar que outros pais na fila de adoção possam conhecer outros perfis de crianças aptas, e assim, romper preconceitos e mitos.