Dando continuidade à extensa agendas alusivas ao Mês da Mulher, a deputada estadual Estela Bezerra participou na noite da última quarta-feira (10) de uma LIVE com o tema “Por que as mulheres são mais afetadas pela pandemia?”, promovida pelo Sindicato dos Bancários da Paraíba.

O evento faz parte do engajamento das mulheres bancárias em várias ações para organizar a luta, neste momento em que a pandemia aprofunda a violência vivida pelas mulheres em seus lares e nas relações de trabalho.

Em sua fala, a parlamentar saudou o evento e os participantes, e destacou a força e a organização das mulheres no espaço público e sindical, dentro de uma reflexão de poder e gênero.

“A pandemia do coronavírus nos colocou em outro patamar, dentro um retrocesso civilizatório que já vinha acontecendo, numa verdadeira expansão da barbárie”, disse a parlamentar, destacando que pandemia trouxe uma sobrecarga de trabalho e aflições ainda mais acentuada para as mulheres.

“Quando falamos de pandemia e isolamento social, ficamos ainda mais reféns e sobrecarregadas no espaço doméstico, sendo responsabilizada pela gestão das ausências: ausência de comida, ausência de emprego, ausência de políticas públicas” afirmou Estela, que salientou que sobrecarga torna ainda mais complicada as relações pessoais, e por consequência, gera um aumento da violência doméstica.

“Uma maior presença das mulheres nos espaços de poder e decisão, tornaria todo esse processo de pandemia muito melhor administrado, com menos mortes e mais cuidado com populações vulneráveis”, finalizou a parlamentar

A deputada federal Erika Kokai, servidora da Caixa e deputada federal (PT/DF), também participou do encontro e destacou que é impossível termos uma sociedade justa e com políticas públicas de qualidade, sem um recorte de gênero e sem envolvermos as mulheres nessa construção. “Nós mulheres carregamos muita coragem, e é essencial que a sociedade reconheça essa importância”, disse a deputada federal, deixando uma mensagem para o futuro:

“Nós mulheres temos a coragem de nascença, e vai ser essa coragem que vai arrancar a faixa presidencial da misoginia, do fascismo, do patriarcalismo e do racismo”.

Sobre o encontro

A Live faz parte da estratégia de organizar junto com outras categorias, através da Central Única dos Trabalhadores (CUT), uma série de ações para marcar o Mês da Mulher. Na Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), as atividades serão organizadas pela Secretaria de Mulheres. São mobilizações reivindicando o fim da violência, vacinação já e emprego decente.

O evento foi conduzido por Adriana Maletta do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas do Ramo Financeiro no Estado da Paraíba (Sintrafi). Além de Estela Bezerra e Erika Kokai, participaram do encontro Rita Serrano, Conselheira de Administração da Caixa Representante dos Empregados e coordenadora do Comitê em Defesa das Empresas Públicas; Cida Ramos, deputada estadual (PSB/PB); e Cícera Izabel, secretária de mulheres da CUT Paraíba.