Na semana alusiva ao Dia do Orgulho LGBTQIA+, a deputada estadual Estela Bezerra (PT) participou da mesa de abertura da 6ª Semana de Diversidade e Gênero, organizada pelo IFPB de Cabedelo, debatendo Diversidade, Gênero e Políticas Públicas. O evento surgiu em 2016 com o objetivo levantar a discussão sobre a pauta a partir das vivências dentro do próprio Campus e inclui atividades interdisciplinares e culturais.

“Pensar a política pública é pensar também em investimento, em serviços que protejam e acolham as pessoas que estão em situação de vulnerabilidade, seja por conta do preconceito ou discriminação, e a população LGBTQIA+ precisa de legislações, de garantia de direitos e de serviços de proteção e acolhimento”, disse Estela durante sua fala numa sala lotada de estudantes do ensino médio.

De acordo com o professor Sérgio Rodrigues, da comissão organizadora do encontro, a presença da deputada Estela foi importante nesse momento de pós pandemia. “Estela tem uma atuação política e social importante nesse contexto, uma atuação que não começou agora.  Os alunos perceberam que existem pessoas que lutam por políticas públicas de inclusão. Muitos estudantes se manifestaram e se colocaram, contando suas experiências e realidades, e quem deu esse pontapé inicial foi a fala da própria Estela”.

Para Carlos Daniel, aluno do 1º ano do ensino médio, o encontro foi importante para refletir e colocar em prática direitos e deveres. “Independente da sexualidade ou do gênero das pessoas, precisamos nos colocar no lugar dos outros, abrir um diálogo. Um abraço, uma palavra de conforto pode melhorar bastante o dia de qualquer um.”

Atuação na pauta LGBTQIA+

Desde o seu primeiro mandato, iniciado em 2015, a deputada Estela vem se destacando na defesa da cidadania da população LGBTQIA+. Entre outras ações, instalou a Frente Parlamentar pelos Direitos de LGBT na Assembleia Legislativa da Paraíba; apresentou projeto indicativo para a criação do Conselho Estadual dos Direitos de LGBT – CEDLGBT (Lei 11.000/2017); inclui a Parada LGBT+ de João Pessoa no calendário Turístico e Cultural da Paraíba e instalou a CPI de Crimes de Ódio conta LGBT na Paraíba na Assembleia Legislativa da Paraíba, que ainda está em andamento.

Também são da deputada as leis 11.829/20, que pune atos de racismo e homofobia dentro dos estádios e equipamentos esportivos do Estado; e a a Lei 12.352/2022, que dispõe sobre o respeito ao uso do nome social nas lápides e atestados de óbito de travestis, mulheres e homens transexuais, recentemente sancionada.